Loading...

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Benefícios e Malefícios do SKATE


O skate é um esporte que pode ser considerado uma diversão, mas é também competitivo. Apesar de o skate estar disponível em diversos tipos de desenhos e materiais, todos eles são compostos de prancha, eixo e 4 rodinhas. Os skatistas mais experientes podem se dar ao luxo de fazer truques como giros, rodopios, pulos sobre obstáculos e mover-se para trás e para frente. Todas essas manobras ajudam a queimar mais calorias e melhoram o rendimento físico.

O skate é um excelente exercício aeróbico e ajuda bastante a tonificar alguns músculos, principalmente a panturrilha. Apesar disso, o pessoal que anda de skate gosta do esporte simplesmente pelo prazer. Essa é uma grande vantagem, pois a pessoa vai praticar um esporte e cuidar da saúde, sem esperar um resultado em troca. Diferentemente de atividades como musculação e ginástica, em que a pessoa sempre espera um resultado e uma mudança no corpo.
Para ter um melhor desempenho nas suas sessões de skate, procure suprir as necessidades que seu corpo tem de nutrientes fundamentais. Assim, você poderá aumentar o sistema imunológico, os níveis de energia, a massa muscular, a concentração e reduzir gorduras e maneira saudável.
Nem sempre os alimentos vão conter toda a quantidade de nutrientes que você precisa. Por isso, é importante suprir essas necessidades com a suplementação.
A lista de suplementos, a seguir, indica quais os suplementos ajudarão você a desenvolver o seu melhor desempenho durante as sessões de skate. 

- Benefícios de andar de skate:

  • O benefício estético é o fortalecimento das articulações e a estabilidade dos ligamentos em torno dos joelhos e tornozelos.
  • Aumenta os batimentos cardíacos e pode ser considerado um excelente exercício aeróbico, por causa dos impulsos com um dos pés, para dar velocidade ao skate.
  • Desenvolve uma melhor consciência corporal, flexibilidade, tônus muscular, concentração, segurança e equilíbrio.

- Riscos/cuidados de andar de skate:

  • As proteções para quem anda de skate são fundamentais. Protetor para os joelhos, cotovelos e capacetes são os mais importantes.
  • As fraturas, cortes e feridas são muito comuns. Principalmente nas pernas, braços, joelhos e cotovelos. Torções no punho também são muito comuns.
  • É bom fazer um trabalho de musculação para não colocar em risco a estabilidade articular (joelhos e tornozelos).

- Principais grupamentos musculares utilizados durante a prática de skate:

  • Panturrilhas.
  • Quadríceps.
  • Tendão.
  • Abdômen.
  • Trapézio.
  • Dorsal.

- Dicas para um melhor rendimento físico na prática de skate:

  • Respire bastante antes de dar impulsão no skate com um dos pés. É importante que não falte fôlego nesse momento, pois requer bastante esforço.
  • É importante ter uma boa coordenação, trabalhar para ter bastante velocidade, equilíbrio e noção de colocação do corpo no espaço.

- Materiais/vestimenta/equipamentos para a prática do skate:

  • Joelheiras: protegem os joelhos, em uma eventual queda.
  • Cotoveleiras: importante para proteger os cotovelos, que são muito sensíveis e também ficam bastante expostos no caso de uma queda.
  • Capacete: protege a cabeça de uma eventual queda.
  • Skate: é composto por rodinhas, rolamentos e a prancha. Cada skatista monta seu skate com o material que acha mais adequado.
  • Tênis: tem de ser apropriado para andar de skate, com solado anti-deslizante.

Abdômen

Uma região do corpo muito falada atualmente é abdômen, principalmente no que se diz respeito à estética.
O abdômen é a parte do tronco entre o tórax e a pelve (quadril). É a maior cavidade do corpo humano e faz a sustentação da parede abdominal que contém a maioria dos órgãos, como o estômago, intestino delgado, fígado, vesícula biliar, pâncreas, baço, rins, bexiga, útero, ovários; além da artéria aorta abdominal e da veia cava inferior.

O abdômen tem suas estruturas compostas por paredes musculares (reto abdominal, os oblíquos interno e externo do abdômen e o transverso do abdômen). Apenas a parte posterior é formada por vértebras, de T12 até a última sacral.


Quanto ao skate, a principal importância do abdômen é que ele funciona como o centro gravitacional do corpo, responsável direto pelo equilíbrio e postura corporal.
Quando há flacidez muscular abdominal, os órgãos se projetam frontalmente, modificando o centro de gravidade corporal. Com conseqüente sobrecarga na coluna torácica e lombar, o que pode ocasionar dores nesta região impedindo o skatista de andar, e principalmente alterar o equilíbrio do skatista, dificultando ainda mais a realização de manobras.

CANELITE

 

Canelite é o nome popular da Síndrome de Estresse do Medial Tibial ou Periostite Medial de Tíbia, que é uma inflamação do principal osso da canela, a tíbia, ou dos tendões e musculos da Tibia, podendo se tornar uma fratura por estresse. É comum em atletas que praticam esportes de corrida como atletismo e de saltos como ginastica olimpica e o skate.
A canelite é aquela dor persistente na região da canela do skatista, que permanece durante a sessão e após a mesma, dificultando movimentos com o pé e impossibitando a realização de manobras de flip.
Alguns fatores podem desencadear este problema como a pronação dos pés por um longo período sobre o skate ou durante atividades do dia a dia, o uso de calçados inadequados sem a absorção de impacto adequada ou com essa absorção em local errado como vemos em muitos casos e os fatores genéticos pré disponentes.


Uma dica para evitar ou minimizar este problema é alonguar o local antes de aquecer, e mais uma vez depois do aquecimento antes de iniciar as manobras mais pesadas da sessão.
Caso essa dor apareça procure uma médico para fazer uma melhor avaliação (isso pode ser uma fratura por stress) e use gelo e antiinflamatórios não esteróides no começo da inflamação, então trabalhe a flexibilidade e alongue o local acometido para ganhar maior ADM e e estimular a regeneração tecidual.
Também massageie gentilmente o músculo respeitando sua tolerancia a dor e o uso de Palmilha ortopédica pode auxiliar o tratamento e tambem prevenir que a dor volte no decorrer da sessão.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

Componentes do SKATE


O skate é formado por seis peças, todas fundamentais para um bom funcionamento, são elas:
  1. Shape (prancha superior)
  2. par de truck (eixo)
  3. quatro rodinhas
  4. oito rolamentos (Dois em cada roda)
  5. oito parafusos
  6. uma lixa auto-adesiva
Concave: Curvatura vertical dos lados do shape (faz com que o skate ganhe pressão para executar as manobras. 


Cave: Cuvatura antes do inicio do nose e tail.  

Nose: A parte da frente do shape. Depois do truck dianteiro. O oposto de tail. 


Trucks: São os eixos do skate a parte de metal onde se encaixa as rodas. 


Base: Parte dos trucks que ficam parafusadas ao shape. Na base está fixado o eixo, que tem movimento e segura as rodas.  


Tail: É a parte de trás do shape. 






Rodas: São feitas geralmente de Poliuretano ou de Uretano. Possuem duas cavidades, uma de cada lado, onde são dispostos os rolamentos (de medida 608). Variam muito quanto ao tamanho. Eram utilizadas rodas mais macias e maiores nas décadas de 70 e 80. Na década de 90, com o "boom" do street skate, elas diminuíram de tamanho, chegando a medir somente 45 mm. E também se tornaram mais duras. Atualmente estão num estágio intermediário, com tamanhos que variam entre 50 e 60 mm, e dureza entre 97 a 103 a.  


Lixa: Fica aderia à superfície do shape, fazendo com que aumente o atrito entre o calçado e o shape do skate, possibilitando assim a execução de manobras e impedindo que o calçado deslize involuntariamente sobre o shape. Na maioria das vezes é feito em aço, por ter como caracteristica sua resistencia. 


Rolamentos: Permitem as rodas girarem livremente e portanto o deslize do skate no solo. São confeccionados de ligas de aço e possuem diversas marcas. Existe uma classificação ABEC, que classifica o rolamento quanto a sua precisão nas dimensões. Uma espécie de certificação de engenharia. Portanto essa certificação ABEC por si própria não classifica os rolamentos quanto os quesitos durabilidade e velocidade. Essas características dependem da qualidade dos componentes, como esferas, gaiolas, lubrificação etc. É perfeitamente possível que um rolamento ABEC 3 de determinada marca corra e dure mais que um ABEC 7 de outra marca por exemplo. Existem também rolamentos sem certificação ABEC porém de marcas conceituadas, como os da "Bones".


Parafusos: Responsáveis por fixar os trucks ao shape. São quatro em cada truck, somando um total de oito parafusos.